Fish Market. Mercados no Atlântico Norte da Nova Inglaterra

Fish Market


Os livros, a literatura local, só falam de episódios ligados ao mar. Naufrágios, salvamentos heróicos, pessoas que perderam família ao longo das tormentas; a poesia traz nos versos palavras sussurradas pelo vento, pelas brumas escondidas por nevoeiros. São palavras e frases que o piscar intermitente dos faróis procura tornar legíveis ou mesmo evitar que se percam nas noites escuras das tempestades. Shakespeare, o bardo inglês que fincou raízes nesta terra de peregrinos, de marinheiros e de sobreviventes, na peça “Tempestade” retratava o drama do naufrágio e dos que tentam sobreviver às iras do oceano.




Seguindo as trilhas dos faróis, percorrendo a costa enrugada, onde a rocha resiste ao embate com as ondas, logo encontramos abrigo numa baia salvadora.




Ali, numa casa de madeira, construção típica, cores pesadas no branco, é possível encontrar mais um Fish Market. Oportunidade de descansar, de recuperar energias de degustar aquela refeição.




É possível adquirir peixe fresco, ostras, caranguejos e o “lobster” da região. A lagosta local é diferente da pescada na costa brasileira. Possui uma pinça gigantesca e maiores dimensões. As do Maine são consideradas as melhores do mundo. Capturadas durante a noite, atraídas por iscas para armadilhas colocadas no fundo das águas geladas da região, agora serão a nossa diversão. Deixamos de lado o salmão selvagem capturado no Atlântico, as imensas postas de Haddock, o peixe-espada, o atum, os camarões, o bacalhau, o momento é de saborear a nossa “convidada local”.




Por aqui até os hambúrgueres são recheados de lagosta. Para acompanhar, a predileção local é pela Budweiser, se bem que o Branco Zinfandel seja alternativa. Na saída percebo, ondulando nas vagas da baia, as bóias indicadoras de redes e das armadilhas colocadas. A vida precisa continuar mesmo depois da partida de outro forasteiro.

Felipe Daiello
Autor de “Palavras ao Vento” e ‘A Viagem dos Bichos’
Editora AGE

Patrocínios:

Compartilhe

4 respostas para “Fish Market. Mercados no Atlântico Norte da Nova Inglaterra”

  1. Pingback: ed pills for sale

Os comentários estão desativados.