Toronto. Compras em Chinatown

Toronto. Compras em Chinatow


O bairro não é o mais bonito, nem o mais limpo e organizado de Toronto. Nas ruas, paredes e letreiros, as indicações estão em caracteres chineses. Pequenas tendas vendem os típicos artigos usados pelos imigrantes vindos de tão longe. No início eles chegaram atraídos pela febre do ouro dos anos 1850, depois como empregados na construção de ferrovias. A última leva é proveniente de ricos chineses vindos de Hong Kong, quando a China recuperou antigos direitos e territórios.




Atualmente 10% da população de Toronto possui origem na terra dos mandarins.

A principal concentração está no entorno da Spadine Avenue, bem perto do nosso hotel.

As lojas são pequenas, escondidas no meio de restaurantes, de lavanderias e de pequenos negócios.



Comunidade de hippies procuram alimentos baratos servidos em minúsculas hospedarias. É contraste com as partes nobres da cidade, onde ainda encontramos residências no estilo vitoriano e eduardino. Construções sólidas, de pedra. O cheiro dos melões chineses, do repolho, do peixe seco, une-se ao aroma do sésamo, dos derivados da soja. Porcos e patos, dependurados, mostram o brilho do laqueado característico.




As residências do bairro, simples, apresentam na frente, pequenos jardins e reduzidas plantações de hortaliças e de temperos. Por toda Toronto, existe quatro zonas de concentração dos orientais. No entanto, a principal, com seus centros de estudo de mandarim está bem perto dos nossos passos. Em poucas aulas aprende-se o mandarim. Os anúncios, as propagandas garantem o êxito.




Quantos sonhos, dramas, vitórias e derrotas são despertados pela passagem de curiosos vindos de tão longe. Quantos milionários de hoje passaram por pequenos negócios que agora estão em outras mãos, em outras esperanças. Curiosos, percorremos sem pressa as ruas do bairro. Tentamos descobrir histórias, relatos estranhos durante a nossa caminhada. É necessário passar para o papel o exótico do bairro chinês. Procuro no final da tarde, gravar o que aquela comunidade tende a esconder dos olhos curiosos de outros turistas.

Felipe Daiello
Autor de “Palavras ao Vento”
Editora AGE

Patrocínios:

Compartilhe

37 respostas para “Toronto. Compras em Chinatown”

  1. Pingback: buy cialis canada
  2. Pingback: cheap cialis
  3. Pingback: cialis otc
  4. Pingback: Pharmacy viagra
  5. Pingback: Get viagra fast
  6. Pingback: ed meds
  7. Pingback: generic ventolin
  8. Pingback: canadian pharmacy
  9. Pingback: cvs pharmacy
  10. Pingback: Buy cialis online
  11. Pingback: cialis visa
  12. Pingback: levitra 10 mg
  13. Pingback: vardenafil 10mg
  14. Pingback: casino
  15. Pingback: cash payday
  16. Pingback: payday loans
  17. Pingback: quick cash loans
  18. Pingback: viagra cost
  19. Pingback: cialis 20
  20. Pingback: LuckyCreek
  21. Pingback: new cialis
  22. Pingback: cialis to buy
  23. Pingback: cialis 20

Os comentários estão desativados.