Bellagio. Local mágico entre os lagos italianos. Paraíso de Franz Liszt

Bellagio, local mágico entre os lagos italianos…

site :

Desde o século XIX, artistas, virtuosos, pintores, e músicos como Franz Liszt escolheram Bellagio como o local adequado para as férias de verão. Reis e grandes fortunas tinham encontro.

Alto para a época, 1,85m, cabelo esvoaçante, viajante, era conquistador sem freios. Vaidoso, arrogante, cria a poesia sinfônica, altera os padrões musicais da época e vive entre os notáveis e a realeza.

Seu romance com a princesa Carolyne, casada com nobre russo polonês, constitui ligação perturbadora que entra para os anais dos amores impossíveis.

Nascido na Hungria, quando a mesma fazia parte do Império Austro-hungaro, irá criar maravilhas, obras ainda hoje tocadas e ouvidas com delícia. Um clássico.

Franz Liszt possui características que o diferenciam dos outros artistas, nunca se cansa de ajudar jovens talentos: Berliotz e Wagner. Tinha orgulho em se declarar húngaro, apesar de não dominar a língua pátria.

Um dos seus protegidos, Richard Wagner, irá casar com sua filha Cosima. Conflitos serão a tônica entre os dois gênios, pois Cosima já era casada com amigo de Wagner. Mesmo assim a peça “La Gondole Lúgubre”, composta por Liszt já previa a morte do genro em Veneza.

Entre os lagos de Como e Lecco na Itália, a região apresenta características especiais. A tradicional arquitetura italiana se despenca das colinas para as margens dos lagos esculpidos pela erosão glacial. O local foi inspiração para construção do maior e mais caro cassino em Las Vegas nos Estados Unidos. Símbolo de bom gosto, de luxo, de prazeres possíveis e mesmo impossíveis, só após a inauguração do Complexo MGM (5 bilhões de dólares de modernidade) o Cassino Bellagio perderá parte de sua majestade.

O deslocamento com carro a partir da cidade medieval de Lecco é complicado. As estradas estreitas resultam em tráfego lento e mesmo perigoso. O uso de transporte fluvial, mais adequado, permite a conexão entre as várias povoações dispostas nas margens dos lagos. É mais fácil, turístico, agradável e até mais rápido usar as lanchas e os pequenos ferries. A paisagem descontinuada é mais adequada e permite melhores fotos. A igreja tradicional de San Giacomo, estilo romano, eleva para as alturas o símbolo da fé. Fuja dos túneis e dos possíveis congestionamentos, ainda mais que os italianos adoram dirigir “máquinas” imensas e de grande potência. Não sobra espaço.

Bellagio apresenta artesanato interessante, lojas com artigos de qualidade e de preço adequado aos que ganharam nos cassinos existentes na região. Os restaurantes recordam cardápios famosos. Libere o cartão de crédito.

Do outro lado, poderemos já na Suíça experimentar fondues e chocolates.

Pelas escarpas, por vilas de luxo, passando por jardins com fama mundial, floridos, chegamos a hotéis que hospedaram vultos lembrados nas artes e colunas sociais nos anos de fausto. A ”pérola do lago” vale o desvio. Na dúvida comece a excursão pelo vilarejo de Lecco — recomendação do guia Michelin.

Religioso, ao final da vida, Liszt recolhido a mosteiro irá desenvolver temas religiosos, obras para complementar as suas Rapsódias Húngaras, os concertos para piano, as Sonatas, os Prelúdios e os “Anos de Peregrinação”, a Sinfonia Dante e a Sinfonia Fausto.

Patrocínio:

Compartilhe

16 respostas para “Bellagio. Local mágico entre os lagos italianos. Paraíso de Franz Liszt”

  1. Pingback: cheap cialis
  2. Pingback: canada pharmacy
  3. Pingback: cvs pharmacy
  4. Pingback: Get cialis
  5. Pingback: cialis mastercard
  6. Pingback: vardenafil price
  7. Pingback: levitra usa

Os comentários estão desativados.