A Efeso de São Paulo, de Cleópatra e de Marco Antônio

As ruínas nos dão uma ideia das dimensões e da importância da área destinada ao comércio nas cidades conquistadas e administradas por Roma .Efeso já era importante centro comercial persa, quando foi tomada por Alexandre, o Grande. Depois vieram as legiões romanas e os apóstolos de Cristo.

Local onde Paulo pregou; famosas as suas epístolas aos efésios, onde as primeiras igrejas cristãs foram edificadas.

Em Efeso, a Virgem Maria encontrou abrigo após a crucificação do seu filho Jesus Cristo, lugar onde foi enterrada e atualmente centro de devoção e peregrinação.

As primeiras moedas do mundo foram aqui cunhadas pelo soberano da Lídia; conhecido como Rei Midas, o do toque do ouro. Já era porto internacional importante, onde todas as línguas eram faladas; comerciantes de todos os lados aqui aportavam, os banhos públicos, as latrinas, o sistema de distribuição de água, o sistema de coleta de esgotos impressionam até hoje.

Templos, oratórios, casas de luxo, lojas, algumas com dois pisos, margeavam as ruas principais e subiam as colinas, obtendo visão do porto ao longe.

Com os séculos, os rios, o perfil, as costas dos mares mudaram, hoje Efeso está longe do mar que alimentou o seu comércio e a sua vida.

Artemesis, deusa da fertilidade, era a mais venerada das divindades. O comércio de estátuas, de pedidos, de orações, movimentava a economia local.

O Teatro Odeon era destinado à música, enquanto o anfiteatro, para 30.000 pessoas, colosso até hoje, era o local dos grandes espetáculos.

São Paulo, ao pregar os evangelhos e a palavra de Jesus Cristo, é expulso pelos comerciantes locais; suas palavras prejudicavam o comércio religioso de Efeso, onde Diana, nome latino de Artemesis, era a deusa cultuada por todos.

“Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, porque isto é justo”. Honra teu pai e tua mãe, que é o primeiro mandamento. E vós, pais, não provoqueis a ira dos vossos filhos, tratando-os com severidade, mas educai-os na disciplina e nas instruções do Senhor” – Epístola aos Efésios.

O mais significativo é a Biblioteca existente. Impressiona pelas dimensões e pelo acervo dos seus papiros e documentos que abrigava .

Marco Antônio, ao passar por Efeso, presenteou Cleópatra, rainha do Egito, com a maior boa parte das suas obras e pergaminhos. O destino do melhor de Efeso era a Biblioteca de Alexandria. Depois os sucessivos incêndios, que a destruíram, acabaram como maior patrimônio cultural daquele tempo.

De Kusadaci, porto da Turquia, minutos de carros nos levam a Efeso e às suas memórias milenares. Vale o desvio para quem chega para aproveitar as praias locais .

O papa João Paulo II, em 2000, visitou o local onde a Virgem Maria viveu e morreu, após fugir de Jerusalém. Placa recorda o evento

Fica no caminho de Efeso e das suas ruinas ; oportunidade de saborear os figos famosos da Turquia .

Patrocínio:

detalhesdetalhesdetalhesdetalhes

Compartilhe