Arras. Cidade de Lutas e Conflitos

Famosa pelo Benfroi, torre altaneira que mostrava a pujança e o orgulho das cidades dos Países Baixos, foi a única cidade francesa que foi sitiada durante toda a 1ª. Guerra Mundial. Batalhas épicas foram travadas nos arredores. A quantidade de cemitérios de soldados ingleses e das tropas aliadas é imensa. A juventude britânica foi exterminada nos campos de batalha da região. Muitas futuras titias inglesas perderam namorados, noivos e esposos durante as batalhas da Grande Guerra. Catástrofe social .

A reconstrução efetuada recuperou os aspectos tradicionais da cidade, o que podemos visualizar nas casas com seus topos elegantes ao longo da Praça dos Heróis.

Não podemos esquecer que Arras esteve sempre na linha de frente durante a 1ª. Guerra Mundial. Durante quatro anos, sofreu pesados bombardeios que a deixaram em ruínas. A reconstrução levou anos para tentar manter o esplendor antigo de séculos. Os museus sobre os espetáculos de morte, sobre os instrumentos usados, tudo está à nossa disposição.

A cidade de Arras está construída sob uma série de túneis, reflexos de antigas minerações em busca de pedras calcárias, de giz. Durante a Grande Guerra, sapadores vindos da Nova Zelândia ampliaram os túneis, uma cidade subterrânea foi criada, capaz de esconder 20.000 soldados. Durante noite, de surpresa, ataque fulminante foi lançado atrás das linhas alemãs.

m 1917, o fato iria alterar o balanço do poder. O exercito alemão começava roteiro de retiradas e derrotas. Para os curiosos é possível adentrar o subsolo e encontrar as recordações do audaz assalto.

Arras foi importante na indústria metalúrgica, antigas minas de carvão, fábricas de aço, agora obsoletas, podem ser visitadas. Toda a região até Lille e Dieppe recorda episódios de greves, de desastres e de trabalho quase escravo.

No Hotel de Ville, podemos conhecer os bonecos gigantes que aparecem nos desfiles tradicionais, onde é possível ridicularizar os ministros e sacerdotes religiosos.

Do alto de Befroi temos uma visão adequada de Arras, da Catedral e da Abadia de Sait-Vaas, da Grand Place e até do Quai Rivage, de onde saem embarcações para pequenos passeios. As casas mais antigas de Arras, preciosidades recuperadas, estão no final da Grand Place.

O interessante em Arras são os doces típicos, interessantes guloseimas escondidas atrás das vitrines; imensos merengues, gigantes até, surgem em todas as colorações. Tortas, obras de arte no açúcar, na manteiga, nas frutas são as novas tentações.

No natal, o Le Marché à Noel é o ponto alto da cidade. Mais de 100 expositores apresentam a decoração exigida pela data. Sugestões para os presentes estão à nossa mão. Aproveite.

Patrocínios:

Compartilhe

33 respostas para “Arras. Cidade de Lutas e Conflitos”

  1. Pingback: cialis pill
  2. Pingback: mens ed pills
  3. Pingback: cialis visa
  4. Pingback: buy levitra
  5. Pingback: buy levitra online
  6. Pingback: sildenafil 50 mg
  7. Pingback: viagra for women
  8. Pingback: online casino
  9. Pingback: cash loans
  10. Pingback: payday advance
  11. Pingback: viagra 100mg
  12. Pingback: cialis generic
  13. Pingback: cialis buy
  14. Pingback: casino games
  15. Pingback: will
  16. Pingback: 20 cialis
  17. Pingback: new cialis
  18. Pingback: cialis internet

Os comentários estão desativados.