Ravena, Local do Túmulo de Dante

Ravena, cidade imperial, a Bizâncio do Ocidente, ocupa o papel de Roma após a fuga do Imperador Honorius em 402 d.C., pois não havia possibilidade de defender a cidade eterna dos ataques das tribos bárbaras, dos vândalos do Norte.

Com o tempo, Odoacro e Teodorico, reis godos, obterão o controle de Ravena.O tempo dos césares ficará apenas nas lembranças e nos relatos. Bizâncio assumirá o papel de liderança. Roma será passado e ruínas.

O Imperador Justianiano e sua esposa, Theodora, conquistam Ravena em 533 a.C., cidade que será mera extensão do poder do Oriente, um vice-reino, com governo militar atuante na região.

Restaram, como recordações dos tempos antigos, a Igreja de San Vital, o Batistério, a Basílica de Santo Apolinário, o Túmulo de Teodorico, a Torre da Cidade, as muralhas e as guerras da família Malatesta.

Ravena é famosa pelas obras, pelas pinturas e decorações com mosaicos. São pequenos cubos, amontoados, de modo a favorecer a luminosidade, a harmonia dos desenhos, criando efeito tridimensional impressionante. As pequenas peças, coloridas, técnica e colocação especial, aparecem nos textos da Divina Comédia de Dante Alighieri.

O poeta, após ter sido expulso de Firenze, encontra abrigo em Ravena, local onde falece e será enterrado. O seu túmulo é local prioritário na visita.

“No inferno, os lugares mais quentes são reservados àqueles que escolheram a neutralidade em tempos de crise”.

Nascido em Firenze, de família importante, ligado na política aos Guelfos Brancos, teve ação importante nas guerras contra a política de Roma, contra o poder temporal do Papa; participou inclusive de batalhas como soldado mercenário.

“Não menos que o saber me agrada a dúvida”.

Desde cedo já fora prometido como esposo para jovem que não conhecia. Sua musa, Beatriz, simbolizando o amor como tema, é algo platônico. Ela tinha apenas nove anos. Alguns dizem que ele nunca falou com a sua inspiração. Beatriz morre cedo , quando ele tinha 25 anos, mas ele não a esquece.

“Muito pouco ama, quem com palavras pode expressar quanto muito ama”.

Em função da sua atuação, após ocupação de Firenze por partidários do Papa, os Guelfos Negros, é exilado e multado em valores vultosos, o que não aceita.

“A razão vos é dada para discernir o bem do mal”.

Obrigado ao exílio, não aceita os pedidos de perdão com cláusulas que ele considerava humilhantes. Pela reação, pelo não pagamento das penalidades é condenado à morte junto com seus filhos.

“Quem és tu que queres julgar, com vista que só alcança um palmo, coisas que estão a quilômetros de distância”.

Ravena é o local onde obtém refúgio e proteção, onde termina em 1318, o episódio do “Paraíso” das suas comédias. Foi em Bolonha, na Universidade, que Dante recebeu a sua instrução básica. Bolonha era na época o centro cultural da Itália.

“Se não moderas o teu orgulho, maior será o teu castigo”.

Imagine Sócrates, no limbo, discutindo filosofia, com outras almas em punição. Foi Bocaccio que acrescentou a denominação “Divina” ao trabalho do escritor, livro que representa marco na literatura mundial. Dante e Shakespeare são os gênios mundiais que modificaram paradigmas.Dante Alighieri, nascido em 1265, em Firenze, usa o vernáculo italiano nos seus versos, em vez do grego ou do latim; introduz o conceito do amor na literatura abrindo caminho para outros escritores.

“Quanto maior é a sede, maior é o prazer em satisfazê-la”.

Em 1321, morre em Ravena; a malária é considerada como a possível causa. Quem visita Ravena pode reverenciar o gênio ao ver as palavras gravadas no seu mausoléu.

“Puderam vencer em mim o ardor,

Que me levou a reconhecer o mundo, e

Os vícios e as virtudes dos homens…”

Visitando Ravena, admirando os mosaicos famosos, recordando os versos do Paraíso de Dante, não podemos esquecer de Gala Plácida, mulher que aparece nas histórias de Ravena, famosa pela sua beleza, pelo louro do seu cabelo, pelas roupas, pelo luxo que perseguia de modo insensato, o que resultou em gastos supérfluos que exauriram o tesouro dessa famosa Imperatriz. Outro monumento para visitar numa Ravena ainda surpreendente, depois Veneza, 200 quilômetros de estrada é o nosso novo destino.

“As leis existem, mas quem as segue”.

“Dante Alighieri”.

Patrocínios:

detalhesdetalhesdetalhes

Compartilhe

8 respostas para “Ravena, Local do Túmulo de Dante”

  1. Pingback: cialis price
  2. Pingback: pills for ed

Os comentários estão desativados.