A Velha Bayeux-1

A VELHA BAYEUX -Tapete das memórias de Guilherme, o conquistador da Inglaterra

Banhada pelo pequeno rio Aure, Bayeux apresenta, como cidade, aspectos medievais na rua dos cozinheiros, no quarteirão dos tintureiros e dos tanoeiros, na majestade gótica da Catedral, nos vestígios das muralhas de antigas fortalezas e nas ruínas de velhos muros da época dos romanos.

Circular pelas pequenas pontes que cruzam o Aure, passar pelas rodas de velhos moinhos, pelos prédios da rua Franche, despertam antigas recordações. Guilherme, o conquistador, ainda é o senhor.Descendente dos vikings, o Duque da Normandia deixou lendas vivas nessa região. Não estamos longe do Muro do Atlântico, cuja construção e ampliação, sob responsabilidade do Marechal Rommel, estava destinada a evitar o desembarque das tropas aliadas na costa do Atlântico.

– Esforço inútil – teria sido uma das observações da Raposa do Deserto, cognome de Rommel, obtido na África, à frente do Corpo Expedicionário Alemão.

Era impossível construir uma barreira desde a Noruega até a Normandia.

Bayeux está a menos de 40 km das praias onde se deu o desembarque das tropas aliadas: Utah, Omaha, Gold,Juno e Sword. Seis de junho de 1944 é dia para não esquecer.Por toda a região encontramos museus, monumentos e os cemitérios para os heróis da libertação. Antigas casamatas, com canhões de 88 mm, agora sucatas enferrujadas com marcas de tiros de artilharia e das balas das metralhadoras, são testemunhas silenciosas das batalhas que precederam a libertação.

Foram os tanques ingleses os que acabaram com o jugo nazista em Bayeux. Os soldados caídos estão enterrados pela periferia, as lápides deixaram nomes desconhecidos, mas que recebem ainda honrarias e gratidão. Na praia de Omaha, Memorial e Cemitério recorda e homenageia os 10.000 mortos americanos nos primeiros dias da invasão.

Cemitérios são encontrados por todos os lados, inclusive do lado alemão. Muito sangue correu de modo inútil, segundo muitos.

Para quem procurar localizar os pontos principais do maior desembarque militar já ocorrido no mundo, Bayeux está bem situada como base para as expedições. Caen, Arromanches, Point du Hoc, Saint Mére l’Église estão próximos das fortificações da Muralha do Atlântico. O que vamos encontrar de pequenos museus, de exposições e de vestígios do combate, exige planejamento rigoroso de quem chega. Impossível passar por todas as lembranças. Não há tempo disponível para ver todos os detalhes da Batalha da Normandia. Escolha um audiovisual adequado para ver a logística e o planejamento de toda a operação, de preferência em 3D para emoções redobradas.

Bayeux oferece boas opções no retorno pela tarde, ou mesmo pela noite. Bons e pequenos restaurantes oferecem as especialidades da Normandia, como queijos, patés, laticínios, peixes, crustáceos e inclusive a possibilidade de degustar o famoso Calvados, bebida elaborada com as maçãs da região.

Mas não podemos deixar Bayeux sem ver o famoso tapete, 70 metros de tecido de lã, bordado a mão, onde a saga de Guilherme, Duque da Normandia, ao conquistar o Trono da Inglaterra é contada para a eternidade. A construção de 1.000 barcos, o aparelhamento das tropas, a preparação das armas, o transporte dos cavalos, ascenas da batalha, a vitória em Hastings, tudo em detalhes coloridos; anos de trabalho. Imperdível!

Guilherme , o conquistador, ficou famoso pela construções de castelos tanto na Inglaterra como na Normandia , era a maneira de manter o domínio sobre as suas terras.Depois de longo reinado,foi sepultado em Rouen.

Patrocínios:

Compartilhe

28 respostas para “A Velha Bayeux-1”

  1. Pingback: Free viagra
  2. Pingback: levitra
  3. Pingback: Order viagra
  4. Pingback: viagra pills
  5. Pingback: hempworx cbd oil
  6. Pingback: cbd vape
  7. Pingback: chloroquine otc
  8. Pingback: viagra for sale
  9. Pingback: cialis at walmart
  10. Pingback: buy cialis
  11. Pingback: male ed pills
  12. Pingback: tadalafil online
  13. Pingback: ed medication
  14. Pingback: online pharmacy
  15. Pingback: online pharmacy
  16. Pingback: cialis generic
  17. Pingback: cialis visa
  18. Pingback: vardenafil canada
  19. Pingback: viagra prices

Os comentários estão desativados.