Busan. Maravilha Industrial da Coreia do Sul-1

Busan. Maravilha Industrial da Coreia do Sul

Cidade moderna, a segunda em importância com mais de três milhões de habitantes, foi uma das sedes do Campeonato Mundial de Futebol de 2002, quando Japão e Coreia do Sul foram escolhidos como patrocinadores.

Ocupando várias ilhas e penínsulas, a comunicação viária é feita através de pontes, de viadutos que movimentam o tráfego da cidade de maneira eficiente. A mobilidade urbana recebe conceito elevado, serve de exemplo para as tentativas que o Brasil precisa escolher.

O conceito de jardim coreano aparece, para nossa surpresa, pela primeira vez.

Uma mistura de Taoismo, de Confucionismo e de Feng -Shui, combinação de energias, alcança a máxima expressão na Coreia do Sul. Uma maravilha visual. As calçadas, os viadutos apresentam o colorido agradável das flores em mistura com o verde dos arbustos e dos gramados.

Não existe sujeira e nem latas ou contêineres para lixo; cada indivíduo resolve o problema de modo pessoal. Para o brasileiro fica difícil entender como eles resolveram o problema que aflige as nossas cidades. Grafite nem pensar!

A cidade é agradável, limpa, com bairros modernos, praias e embarcadouros para lanchas e veleiros.

Não podemos esquecer que Busan é o maior porto exportador da Coreia. Os depósitos de contêineres ocupam áreas imensas. A organização é perfeita, coreana.

Busan concentra os maiores estaleiros navais do mundo; além da construção de plataformas de perfuração e para produção de petróleo, imensos petroleiros e embarcações para transporte de gás liquefeito são aqui construídos. O processo de montagem pela justaposição de partes pré-moldadas exige imensos guindastes. A modernidade, a eficiência coreana, reduzindo custos, deixa os competidores em situação de desvantagem. Os polos navais da Petrobrás no Brasil não conseguem competir.

Para exemplo de contabilidade uma plataforma petrolífera tem custo entre 1 a 3 bilhões de dólares americanos; o valor depende das especificações do cliente e da futura utilização.

– Como o preço do petróleo caiu e com o aparecimento de fontes alternativas como o gás, incluindo o xisto, agora o mais importante não é investir em novos poços, mas melhorar a produtividade dos campos já em exploração – aquele engenheiro coreano tinha muito para esclarecer.

A propaganda oficial no Brasil esconde a realidade e engana os desinformados. Negócios com petróleo, gigantescos, exigem boa gestão, conhecimento técnico, eficiência e recursos sem dimensão. Pobre do nosso país, imerso em crise de corrupção nunca antes visto.

Com quase 50 milhões de habitantes é contraste com a atrasada Coreia do Norte, onde ditadura, fome e foguetes predominam.

Para os fanáticos ideologizados, é lição para aprender e depois modificar os paradigmas de atraso e de ignorâncias implantados no Brasil por partidos populistas.

A Gwangan Bridge, moderna, com mais de 100.000 lâmpadas Leds na iluminação, junto com Busan Harbor Bridge apresentam arquitetura de vanguarda na solução de problemas viários. Cidade limpa, organizada, onde o lixo é problema resolvido individualmente, grafite é algo desconhecido. No US Memorial, os que tombaram na defesa da democracia, nas guerras de 1950, recebem a devida homenagem. As querelas com a Coreia do Norte, ditadura familiar e comunista, até hoje tem novo episódio a cada semana. Uma foto noturna por satélite mostra a diferença entre o moderno do Sul e a escuridão medieval da parte norte da península.

Bem ao sul, no final da península de Busan, Taejongdae surge com belas vistas oceânicas. O Museu Marítimo é local para descobrir o passado e o futuro de país emergente, cujo destino está ligado ao mar.

Busan apresenta praias modernas, limpas e organizadas. Songjeong Beach é a mais próxima e Haeundae Beach, com hotéis de luxo, com prédios modernos, com mais de um quilometro de areias brancas está na nossa frente.

Patrocínio:

detalhesdetalhesdetalhesdetalhes

Compartilhe

10 respostas para “Busan. Maravilha Industrial da Coreia do Sul-1”

  1. Pingback: how to get cialis
  2. Pingback: online pharmacy
  3. Pingback: generic cialis
  4. Pingback: cheap vardenafil
  5. Pingback: levitra online
  6. Pingback: levitra 20 mg

Os comentários estão desativados.