Busan. Turismo para o viajante que chega

O melhor para o turista em Busan é pegar o Hip-Hop. São dois circuitos que revelam a cidade moderna, vibrante e, o principal, a sua parte bucólica.

As praias, as enseadas distantes, o terminal marítimo para navios de cruzeiros, o conflito entre mar e rochedos, a costa enrugada e selvagem fará a apresentação.

A mobilidade é fantástica, circulação rápida, faixas múltiplas, pontes com vários níveis de circulação. A conjunção do verde-escuro das colinas com o azul-esverdeado das águas das baías é o que caracteriza a beleza de Busan.

Não existem cruzamentos, algo evitado pelo planejamento urbano, bem como poucos semáforos; por sinal com desenho diferente dos nossos.

Os políticos e prefeitos do Brasil deveriam efetuar estágio em Busan. Maneira de corrigir as burradas cometidas, a emissão de leis que apenas reduzem a velocidade do tráfego. Evitar o conflito e a colisão entre veículos e pedestres seria o primeiro mandamento. Busan ensina o caminho.

Os jardins coreanos agregam paz tranquilidade e convidam à meditação.

– Conceitos de Taoismo, de Confúcio e até o equilíbrio e a correção das energias pelo Feng-Shui são técnicas que empregamos – as explicações do guia procuravam mostrar para olhos ocidentais a razão de tanta beleza e harmonia que se visualiza na Coreia do Sul.

O mar é essencial para a Coreia do Sul, mais de 70% da proteína necessária a alimentação da população vem do mar, o mercado de pescado é o segundo do mundo em importância.

Contraste com os guindastes gigantes, com os imensos depósitos de cofres metálicos que vemos nas instalações portuárias. Com as peças pré-fabricadas destinadas às montagens de navios de todos os tipos, a construção naval alcança o máximo de eficiência na Coreia do Sul. Os estaleiros são referências mundiais.

– Também estamos investindo em tecnologia. Veja a nossa Samsung – eram outras observações do nosso guia e orientador.

Sobre a baía, ponte pênsil, mais de 7 quilômetros, inaugurada em 2014, possui alças de acesso em curvas e em desnível, algo diferente na atual e conhecida arquitetura.

Aqui, os arquitetos, os urbanistas podem aprender novas lições. A mobilidade urbana é excelente, a solução de avançar para o mar, pelas enseadas, pelas baías, dá toque diferente para Busan.

Com a realização da Copa do Mundo de Futebol de 2002, a cidade preparou plano viário para o futuro. O resultado é agradável e prático. Lição para a minha Poro Alegre.

Patrocínio:

detalhesdetalhesdetalhesdetalhes

Compartilhe

5 respostas para “Busan. Turismo para o viajante que chega”

  1. Pingback: cialis from canada
  2. Pingback: men's ed pills
  3. Pingback: generic ed pills

Os comentários estão desativados.