COSTA DA ESMERALDA. SAINT MALO COMO BASE NA FRANÇA. ROTA ATÉ ST. BRIEUC

Local das maiores marés do mundo, mais de 14 metros de refluxo, a partir de Saint Malo, a cidade dos piratas e dos corsários do século XVI e XVII, uma experiência de viagens, paisagens alternadas a cada quilômetro é o novo desafio. O roteiro começa em Cancale e o seu mercado de ostras, os restaurantes ofertam mexilhões em abundância, o prato do dia.

Uma sinfonia de verdes, misturas de tons mais efervescentes no verão, se choca com as ondas que vêm do Canal da Mancha.

Rochas selvagens, sentinelas de baías estreitas, apresentam logo ali praias onde o cascalho, o seixo polido são guardiões sempre atentos.

Entre St. Malo e o Cabo Fréhel temos centenas, talvez milhares de pequenos locais para parar, mesmo por poucos minutos. O espetáculo é grátis, cortesia da natureza. Falésias de grés rosada estão ali, na nossa frente, ao alcance dos nossos olhos.

Veleiros, ancorados ou não, são outros personagens silenciosos no momento.

Os nativos de Saint Malô, os “Malouins”, fizeram a história da marinha francesa. Antes de sermos franceses somos “Malouins”, independentes, orgulhosos e vaidosos dos nossos corsários e piratas.

Nomes como de Duguay-Trouin, Magon e Surcouf, surgem a cada século que passa. Quantos relatos de aventuras, de duelos, de batalhas, de amores e de paixões, para recordar. Muito para escrever.

Jacques Cartier, após missa na Catedral saiu daqui para descobrir o Canadá. O conquistador da cidade do Rio de Janeiro, Duguay Trouin está ali sepultado.

Vauban, o grande engenheiro militar deixou a sua assinatura no Forte Nacional, obra de 1689.

A bandeira bretã, denominada de “Gwenn Le Du”, que significa branco e negro, 5 faixas negras em 4 faixas brancas, com 11 cruzes que representam o Ducado da Bretanha, aparece como orgulho regional.

Por sinal, os corsários de Saint Malo possuíam bandeira típica, com a sua cruz branca bem centrada, sobre fundo azul.

O interessante é que a cidade de Saint Malo tenha sido precursora no uso de cães para garantir a segurança da vila e evitar os roubos. A partir de 11:55 horas da noite, quatro dogues imensos eram deixados livres nas ruas, sendo recolhidos apenas antes da alvorada, quando trompete de cobre indicava que a guarda dos ferozes guardiões estava terminada. A medida funcionava. Lição para futuras metrópoles dos dias de hoje.

Seguimos, com calma, desfrutando o que cada curva da estrada nos vai apresentar como surpresa; é o que se aconselha para desfrutar as belezas da Costa da Esmeralda; trecho da costa noroeste de França em plena Bretanha, ao lado do Canal da Mancha. Vale o desvio.

Rota sinuosa nos leva até St. Briac-sur-mer, penhascos são companheiros permanentes, ilhotas estão ligadas à terra por estreitos istmos, minúsculas praias estão lá em baixo, escondidas, aguardam visitas. St Jacut- de- la- Mer se aproxima; vilas de pescadores e outros balneários na sequência, cultivo de ostras, os bouchons tradicionais surgem na maré baixa. Para chegar nas pontas que avançam para o oceano é necessário deixar o carro, momento para fotos e para perder o fôlego. Beleza demais.

St-Cast-le-Guido e a baía de Frenay anunciam que o Cabo Fréhel está bem perto, instante de piquenique no Fort la Latte antes das surpresas coloridas das falésias do Cabo Fréhel. Farol sinaliza o ponto alto da excursão. A Bretanha não tem mais segredos.

Patrocínio:

detalhesdetalhesdetalhes

Compartilhe

27 respostas para “COSTA DA ESMERALDA. SAINT MALO COMO BASE NA FRANÇA. ROTA ATÉ ST. BRIEUC”

  1. Pingback: levitra vs cialis
  2. Pingback: how to get cialis
  3. Pingback: cialis 5mg price
  4. Pingback: Generic viagra us
  5. Pingback: generic ventolin
  6. Pingback: viagra pills
  7. Pingback: buy careprost
  8. Pingback: pills for ed
  9. Pingback: online pharmacy
  10. Pingback: online pharmacy
  11. Pingback: Get cialis
  12. Pingback: cialis generic
  13. Pingback: levitra price
  14. Pingback: levitra online
  15. Pingback: vardenafil generic
  16. Pingback: buying viagra
  17. Pingback: cialis 2020
  18. Pingback: viagra dosage

Os comentários estão desativados.